Portal Anápolis 24 Horas

Terça, 24 de maio de 2022
MENU

Economia

Caoa fecha fábrica em SP e vai ampliar produção em Anápolis

Grupo pretende ampliar a produção da unidade de Anápolis, onde são produzidos os suvs Tiggo 5x, Tiggo 7x e Tiggo 8x”

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Grupo Caoa fechou em SP e pretende ampliar fábrica em Anápolis. A empresa informou que ampliará produção na fábrica em Anápolis, que está sendo preparada para lançamentos no segundo semestre, além de manter meta de comercializar 60 mil unidades no mercado nacional neste ano.

A montadora anunciou nesta quinta-feira (5), que sua fábrica de Jacareí, em São Paulo, ficará fechada até o ano de 2025, período em que vai ser remodelada para produzir veículos elétricos e híbridos. Boa parte dos 627 funcionários da unidade serão demitidos e receberão indenização extra, segundo informou a empresa.

O grupo pretende ampliar a produção da unidade de Anápolis, em Goiás, onde são produzidos os SUVs Tiggo 5x, Tiggo 7x e Tiggo 8. A empresa afirma que vai eletrificar todos os modelos de suas das marcas a partir de 2023. "A empresa está atenta às demandas globais em relação à mobilidade sustentável e assume o compromisso com o Brasil e seus consumidores de eletrificar todos os modelos de seu portfólio", afirma em nota.

Anápolis
Em 2020 a Caoa anunciou o plano de investir R$ 1,5 bilhão nos próximos cinco anos na planta de Anápolis. O anúncio, na época, ocorreu poucos dias após o presidente Jair Bolsonaro ter sancionado Medida Provisória que prorrogou por mais cinco anos incentivos fiscais para montadoras do Centro-Oeste.

O plano de investimento da montadora deverá gerar 2 mil empregos diretos até 2025, segundo estimativa da própria empresa. A ideia é atrair também fornecedores para perto da operação quando a produção anual ultrapassar as 100 mil unidades, gerando 10 mil novos empregos diretos se isto acontecer. Hoje a fábrica tem capacidade de produzir 86 mil veículos por ano.

Ao anunciar o plano de investimento de R$ 1,5 bilhão, Mauro Correia, presidente da Caoa, informou que o grupo planeja tampem produzir uma terceira marca no local, onde já monta veículos da Hyundai e da Chery. Correia anunciou também a intenção de lançar dez novos carros no período dos investimentos, entre modelos novos e renovação dos atuais

Em setembro do ano passado, mesmo com a retração econômica causada pela pandemia do coronavírus, a Caoa criou 385 novos postos de trabalho e o iniciou um segundo turno de produção na sua planta em Anápolis. As contratações tiveram como objetivo suprir o crescimento de volume da marca Caoa Chery na unidade fabril e já fazia parte do plano de investimento da montadora em 2021.

Com os novos postos de trabalho e o início do segundo turno, a capacidade de produção da Montadora foi aumentada em 28%. Atualmente, a planta de Anápolis é responsável pela produção de três SUVs do portfólio da Caoa Chery, Tiggo 5X, Tiggo 7 e Tiggo 8; além dos modelos Hyundai IX35, New Tucson e das camionetas Hyundai HR e HD80.

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!